45 3039.5888

VOLTAR

Pele não Melanoma

Você está em:
Home » Tipos de câncer » Pele não Melanoma

O que é Câncer de Pele não Melanoma?

Do total dos casos de câncer de pele, o não melanoma representa 95% dos casos e os dois tipos mais comuns são o basocelular (carcinoma de células basais) e o espinocelular (carcinoma de células escamosas). Esse câncer apresenta altos índices de cura, sendo detectado no início. Geralmente pessoas com mais de 40 anos têm maior incidência desse tumor.

Fatores de Risco

- Pessoas que já tiveram câncer de pele.

- Exposição prolongada ao sol.

- Pele clara.

- Exposição a produtos químicos.

- Radioterapia.

- Inflamação da Pele ou Lesão Grave.

- Tratamento da Psoríase.

- Pele Seca.

Tratamento

- Cirurgia.

- Quimioterapia.

- Radioterapia.

- Imunoterapia.

Efeitos do tratamento

O efeitos colaterais dependem da dose e o do tipo do medicamento administrado, bem como a gravidade da lesão. Os pacientes poderão sentir náuseas, vômitos, diarreias e constipação. Além de fadiga, insônia, perda de cabelo e algum tipo de dor. Mas todos esses efeitos podem ser amenizados com uma dieta equilibrada, exercícios, ingestão de muito líquido e descanso quando o corpo emitir o sinal (de)que necessita de repouso.

Sintomas

- Lesão em forma de nódulo de coloração rósea, avermelhada ou escura, de crescimento lento.

- Pinta na pele de crescimento progressivo, que apresente prurido (coceira), sangramento frequente.

- Verruga em crescimento.

- Mancha persistente, escamosa, vermelha, com bordas irregulares, que sangram facilmente.

- Ferida aberta que persiste por semanas.

- Lesão sensível ao toque.

Prevenção

- Evitar exposição solar entre 10h e 16h.

- Usar protetor solar e repetir o uso várias vezes ao dia.

- Usar de chapéus e óculos para se proteger do sol.

- Procurar imediatamente o dermatologista caso perceba algo suspeito na pele.